22 setembro, 2009


O menino que mentia

     Um pastor costumava levar seu rebanho para fora da aldeia. Um dia resolveu pregar uma peça nos vizinhos.
      ___Um lobo! Um lobo! Socorro! Ele vai comer minhas ovelhas! Os vizinhos largaram o trabalho e saíram correndo para o campo para socorrer o menino. Mas encontraram-no às gargalhadas. Não havia lobo nenhum.
     Ainda outra vez ele fez a mesma brincadeira e todos vieram ajudar; e ele caçoou de todos.
Mas um dia o lobo apareceu de fato e começou a atacar as ovelhas. Morrendo de medo, o menino saiu correndo.
     _____Um lobo! Um lobo! Socorro!
    Os vizinhos ouviram, mas acharam que era caçoada. Ninguém socorreu e o pastor perdeu todo o rebanho.
Ninguém acredita quando o mentiroso fala a verdade.
BENNETT, William J. O livro das virtudes para
crianças. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

1 - O texto tem a finalidade de
A(    ) dar uma informação.
B(    ) fazer uma propaganda.
C(    ) registrar um acontecimento.
D(    ) transmitir um ensinamento.

2 - No final da história, pode-se entender que
A(     ) as ovelhas fugiram do pastor.
B(     ) os vizinhos assustaram o rebanho.
C(     ) o lobo comeu todo o rebanho.
D(     ) o jovem pastor pediu socorro.

3 -  “Um pastor costumava levar seu rebanho para fora da aldeia. Um dia resolveu pregar uma peça nos vizinhos.”A expressão pregar uma peça significa
A(     ) fazer uma peça teatral com seus vizinhos
B(     ) convidou os vizinhos para assistirem uma peça
C(     ) pregou uma peça de roupa nos vizinhos
D(     ) fazer uma brincadeira

 4 – Leia o trecho
  “     ___Um lobo! Um lobo! Socorro! Ele vai comer minhas ovelhas!”
O travessão é uma marca da fala do
A(     ) narrador
B(     ) pastor
C(     ) lobo
D(     ) vizinhos

5 – “Ainda outra vez ele fez a mesma brincadeira e todos vieram ajudar; e ele caçoou de todos.”O verbete em destaque não tem o mesmo sentido em
A(     )  zombou
B(     ) agradeceu
C(     ) abusou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário