26 maio, 2009

ATIVIDADE DE LEITUTA E COMPREENSÃO - 2° E 3° ANO.



A DANÇA DAS HORAS - Flávia Muniz

O relógio vai batendo ...As pessoas vão correndo;Pois ninguém pode parar.O tempo manda no mundo,E quem se atrasa um segundo,Atrasado já está!É hora do doutor Nicolau ir para o hospital.É hora de dona Izabel limpar o hotel.É hora de Heloísa costurar a camisa.hora de Helena regar a horta.É hora de vovó Glória contar história.É hora de Henrique fazer a lição.Viu só? Já me atrasei!Que horas são?ATIVIDADES DE LEITURA E INTERPRETAÇÃO: A DANÇA DAS HORAS - FLÁVIA MUNIZ1. Comentário geralNa 1ª e 2ª estrofes há uma estrutura bastante semelhante. Em ambas, os dois primeiros versos rimam, sendo que na 1ª a rima é produzida por dois verbos no gerúndio e na 2ª por dois substantivos terminados em "undo". Além disso, o último verso da 1ª estrofe rima com o último da 2ª, contribuindo também para uma idéia de ritmo e movimento rápido. As idéias postas mostram relações entre o tempo e a agitação que move o mundo e as pessoas.Na 3ª estrofe a poeta, através da repetição das estruturas sintática dos versos (é hora de + nome de alguém + verbo no infinitivo + objeto direto), mantém o ritmo agitado e intenso que se vive nos dias de hoje, descrevendo o que alguém tem que fazer, inclusive a própria poeta, que brinca com este sentido, dizendo que também se atrasou e perguntando que horas são.O próprio título do poema já é uma referência para este movimento agitado em que as pessoas podem viver, na correria do dia-a-dia.2. Objetivo da atividade (+/- 30’)�� relacionar as rimas e as repetições de termos e de estruturas sintáticas presentes no poema;�� compreender possíveis relações entre o título e os versos do poema.3. Material�� diário poético;�� lápis de cor;�� cópia do poema para cada aluno;�� cola e tesoura.4. Procedimento do professor1º momento�� Escrever o poema na lousa;�� Declamar mais de uma vez;�� Declamar em parceria com os alunos: a professora poderá ler primeiro o início dos versos e os alunos o final e depois o contrário;�� Fazer uma análise estrutural podendo tomar como referência o comentário geral acima;�� Fazer uma análise semântica, explorando o sentido do poema em relação ao título dado pela poetisa.2º momento�� Solicitar aos alunos uma ilustração do poema.5. Procedimento do aluno�� Discutir coletivamente o poema;�� Recortar e colar o poema no diário;�� Fazer a ilustração do poema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário